Crise do IPE Saúde: os prejudicados são os(as) usuários(as)

08.Junho.2022

Na queda de braço entre o governo do estado e os hospitais conveniados ao IPE Saúde, os prejudicados são os(as) usuários(as).
 
A crise no IPE Saúde passa muito pelo deliberado sucateamento da autarquia. Desmonte que sugere interesses privados, com a anuência dos governos, num plano de saúde que atende mais de um milhão de pessoas em todo o Rio Grande do Sul. Essa relação de parceria tem sido alvo de frequentes denúncias feitas pelo Sindicaixa.
 
Mas as ameaças contra o plano de saúde dos(as) servidores(as) e dependentes passam, também, pelo fechamento dos escritórios do instituto no interior do estado; pela possibilidade de cobrança de dependentes e por faixa etária, o que acaba com o caráter solidário do plano; e pelas relações sem transparência do instituto com prefeituras e câmaras municipais.
Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY