Governo recebe sindicatos, mas não apresenta índice e prazo para reajuste salarial

25.Janeiro.2022

Em reunião realizada na manhã desta terça-feira (25), o secretário de Planejamento, Governança e Gestão, Claudio Gastal, reafirmou às direções do Sindicaixa e do Sindsepe-RS que o governo “estuda um reajuste salarial geral para o funcionalismo.” Não definiu, porém, índices e prazos.
 
Durante o encontro, os sindicatos reafirmaram os sete anos sem reajuste, nem ao menos a reposição da inflação nos salários, e a taxação dos aposentados, que reduziu ainda mais os vencimentos deste segmento das categorias.
 
“A situação dos servidores de todos os níveis é muito ruim, mas o pessoal de nível médio e fundamental sofrem ainda mais e muitos vivem em situação de miséria, pois são aqueles que recebem menos que o salário mínimo”, apontou a presidente do Sindsepe-RS, Diva da Costa.
 
Para a dirigente, a reforma da previdência inviabilizou a aposentadoria da maioria dos colegas.
 
Diva ainda cobrou a incorporação dos completivos para resolver o problema dos vencimentos básicos abaixo do salário mínimo e atender a demanda das categorias referente a reestruturação dos quadros.
 
O presidente do Sindicaixa, Érico Corrêa, foi enfático ao cobrar do governo prazos e um índice de reajuste.
 
“Precisamos que o governo nos diga o quanto antes quando e como teremos nossos salários reajustados.” Érico também apontou a necessidade de reajustar a tabela de desconto previdenciário, com a redução de alíquotas.
 
Os sindicatos darão continuidade à mobilização. Luta que segue!

Fotos: Iury Casartelli
 
 
Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY