Base do governo na Assembleia Legislativa aprova teto dos gastos. Um duro golpe no povo e nos servidores

30.Novembro.2021

A base de apoio do governo Leite na Assembleia Legislativa do RS aprovou na tarde desta-terça-feira (30), por 35 votos favoráveis e 13 contrários, o PLC 378/2021. De autoria do governo do estado, o teto dos gastos congela por 10 anos investimentos nos serviços públicos e os salários dos servidores.
 
Cópia de projeto aprovado pelo governo Bolsonaro, a proposta penaliza a ampla maioria da população do estado que depende dos serviços públicos. Em síntese, o projeto aponta para a destruição dos serviços de educação, saúde, segurança e outros. Também se trata de um duro golpe no funcionalismo que amarga mais de sete anos sem ao menos a reposição da inflação nos salários.
 
Para o presidente do Sindicaixa, Érico Corrêa, “o governo Leite mais uma vez ataca a parcela mais vulnerável da sociedade, o povo pobre que depende dos serviços públicos, e os servidores que estão há quase oito anos com os vencimentos congelados, muitos em situação desesperadora”
 
O governador Leite é responsável direto pela situação de penúria enfrentada pelos servidores, que estão há mais de sete anos sem reajuste salarial, sem sequer a reposição da inflação. São cerca de 50% de defasagem salarial. Para completar o pacote de maldades, Leite já tinha obtido autorização do Legislativo para taxar os colegas aposentados.
Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY