Sindicaixa disponibiliza alojamentos da sede social para familiares das vítimas da boate Kiss acompanharem julgamento

30.Novembro.2021

A direção do Sindicaixa disponibilizará os alojamentos da sede social, no bairro Pedra Redonda, para os familiares das vítimas da tragédia da boate Kiss acompanharem o julgamento dos quatro réus do caso, que começa na quarta-feira, 01, no Foro Central de Porto Alegre. A previsão é de que o julgamento demore aproximadamente duas semanas.
 
Em nome da diretoria do sindicato, o presidente Érico Corrêa destaca a importância deste ato de solidariedade. “É o mínimo que o nosso sindicato pode fazer para ajudar pais, mães e outros familiares a acompanharem o julgamento que começará nesta quarta-feira na capital”, declara o presidente. “Infelizmente um colega nosso, de Caçapava do Sul, perdeu o filho nesta tragédia “, lembrou Érico.
 
O julgamento dos réus começará um mês antes da tragédia que vitimou 242 pessoas em Santa Maria, a maioria jovens, completar nove anos. Entre os erros que provocaram o desastre no dia 27 de janeiro de 2013 estão a falta de sinalização de emergência, a obstrução de saídas e falhas nos extintores de incêndio. “É fundamental apontar a responsabilidade do governo municipal nas inúmeras falhas de segurança que ocasionaram este desastre”, concluiu Érico.
Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY