Conselho de Delegados discute formas de mobilização

08.Julho.2021

O Conselho de Delegados do Sindicaixa esteve reunido na quarta-feira (07), de modo virtual, para debater formas de mobilização para lutar pela manutenção de direitos e por novas conquistas para a categoria.
 
Na pauta para o próximo período estão: 1. a luta por reposição salarial; 2. a realização de uma campanha pública contra a reforma da previdência que instituiu o desconto previdenciário para os aposentados; e 3. a luta pela manutenção do IPE público e com atendimento de qualidade.
 
 
Durante o debate, foi lembrado que o governo está sucateando o plano de saúde, tendo inclusive a denúncia de que a UNIMED já estaria "assessorando" a diretoria do IPE Saúde. O fechamento dos postos de atendimento no interior também é parte do processo de desmonte do instituto visando a sua privatização.
 
No tema da previdência, a intenção é fazer no curto prazo uma campanha para denunciar os prejuízos da reforma para os colegas aposentados. A proposta é desenvolver a campanha de forma unificada com outras entidades sindicais. Este tema deverá ser pauta importante na próxima campanha eleitoral para o governo do Estado.
 
Sobre a correção dos salários, o momento exige que a nossa pauta seja reapresentada ao governo. “Precisamos colocar a nossa pauta na mesa do governador”, frisou o presidente Érico Corrêa, que estimou para setembro, caso a vacinação avance, o retorno dos servidores à praça da Matriz. Também neste ponto foi informado que o Tribunal de Justiça (TJ) está retomando os julgamentos e, assim,a ação da GISAE pode ser julgada em breve.
 
"O Sindicaixa esteve na grande greve de 2019/2020 para tentar barrar os ataques de Leite. Agora, outros projetos pairam sobre os servidores públicos, entre eles, a Reforma Administrativa. Leite tem maioria na Assembleia Legislativa e aprovou suas propostas de retirada de direitos. Os servidores estão em situação bastante difícil", lembrou Érico.
 
O presidente concluiu afirmando que "precisamos estar vacinados e confiantes de que somente com luta será possível reverter este quadro e o Sindicaixa seguirá firme na batalha pelos direitos da categoria."
Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY