Sindicaixa reúne colegas da Regional Caxias do Sul

23.Abril.2021

O Sindicaixa começou, na quinta-feira (22), por Caxias do Sul, uma série de reuniões com as regionais para debater a conjuntura política, econômica e social e temas pertinentes à categoria. Mais de 35 colegas participaram da reunião. Na próxima semana serão realizados dois encontros, com colegas do Litoral e da Regional Passo Fundo, nos dias 28 e 29, respectivamente.

Na abertura do encontro, o presidente Érico Corrêa  ressaltou o avanço da carestia, do desemprego e da fome no país. “A única saída para retomarmos os serviços, o comércio e outros setores da economia, é com a imunização total da população”, apontou o sindicalista. O Brasil tem cerca de 68 milhões de pessoas precisando do auxílio emergencial para sobreviver. “As pessoas estão passando fome e isso precisa nos sensibilizar”, disse Érico.

O presidente destacou que os governos vêm trabalhando para retirar os direitos dos trabalhadores, sobretudo dos servidores públicos. "São privatizações, leis que retiram conquistas históricas, confisco de salário de aposentados, reforma administrativa, enfim, estão de fato, tanto Leite quanto Bolsonaro, aproveitando a pandemia e "passando a boiada". Temos que nos preparar para reagir", disse Érico.

Um tema que tem preocupado os colegas aposentados, a GISAE, foi tratado pela assessoria jurídica do sindicato, representada pelos advogados Carlos Nascimento, André Araújo, Luis Humberto e Luís André. Coube ao advogado André Araújo falar sobre todos os desdobramentos desta ação e tirar dúvidas dos colegas. Também foi tratado sobre o desconto previdenciário dos aposentados, motivo de um texto publicado pelo sindicato em seu site nesta semana.

"A categoria tem se adaptado bem ao sistema virtual de reuniões. É um modelo que veio para ficar. Embora não substitua o prazer das reuniões presenciais, é certo que teremos que nos adequar aos novos tempos e à tecnologia", afirmou Érico. Novos encontros ocorrerão e o sindicato está se preparando para a retomada das lutas. "Seguiremos lutando. Vamos ter que encontrar saídas. A classe trabalhadora está acostumada a enfrentar desafios. Este é apenas mais um. Difícil, complicado, mas temos que ser otimistas com o futuro. A luta voltará e com ela as vitórias", concluiu o dirigente do Sindicaixa.

 

Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY