Categoria debate conjuntura e questões específicas em Assembleia Geral

26.Março.2021

O Sindicaixa reuniu, na quinta-feira, 25, de forma virtual, seus associados em Assembleia Geral. Mais de 240 pessoas participaram do encontro. Número expressivo, que demonstra a força de uma categoria que mesmo em meio a uma grave pandemia atende o chamado do sindicato para debater a conjuntura política e também questões específicas.
 
O presidente Érico Corrêa abriu a assembleia lembrando que o debate ideológico, tão presente hoje, não pode impedir a luta. O nosso sindicato é espaço para lutar pelos direitos dos trabalhadores em geral e, em especial, daqueles que representamos. “O sindicato é um espaço de luta dos trabalhadores, não de conciliação de classes. É nosso papel lutar por melhores condições de vida, de trabalho e por salários”, sublinhou o presidente. "Aqui iremos lutar contra qualquer governo que ataque os nossos direitos", concluiu.
 
Foi lembrado que na pandemia da covid-19 vários colegas perderam a vida e outros estão muito mal nos hospitais distribuídos pelas diversas regiões do estado. E que o presidente da República, Jair Bolsonaro, é o porta-voz dos negacionistas. Somente com a vacinação em massa da população iremos interromper a tragédia instalada no país, que já contabiliza mais de 300 mil mortes.
 
A crise sanitária, social e econômica em que o Brasil está mergulhado tem 78 milhões de pessoas que dependem, exclusivamente, do auxílio emergencial para se alimentar. Em Porto Alegre, por exemplo, a população de rua mais que dobrou nestes últimos tempos. "Bolsonaro e Leite fizeram a reforma da previdência que confiscou salário dos aposentados; diminuíram o valor das pensões; fazem leis - como a PEC 186 - para congelar salários; e seguem atacando os servidores públicos. Agora nos atacam com a proposta de reforma administrativa. Vamos lutar contra tudo isto", afirmou Érico.
 
O encontro contou com esclarecimentos acerca de pautas jurídicas do sindicato, entre elas as ações da Gisae, tema abordado pelo advogado André Araújo, do escritório Nascimento e Advogados Associados. O Sindicaixa nunca abriu mão de garantir essa gratificação aos colegas aposentados. A luta pela inclusão deste segmento da categoria na Gisae não foi e não será abandonada.
 
Para encerrar a assembleia, Érico frisou que o sindicato não parou durante a pandemia. “Estamos cada vez mais indignados com estes governos que estão arrochando nossos salários, tornando as nossas vidas mais difíceis”, disse o presidente, lembrando que nos próximos dois meses, abril e maio, serão retomadas as plenárias regionais. Estes encontros, organizados pelos diretores regionais, a exemplo da assembleia, serão virtuais. “A nossa luta imediata é pela vacina para toda a população, o mais rápido possível. Precisamos retomar as ruas, ocupar a Praça da Matriz, nosso campo de luta”, finalizou o presidente.
 
Ainda na pauta futura de debates está a organização de uma assembleia específica envolvendo os colegas celetistas.
Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY