Sindicaixa reorganiza atendimento como forma de prevenção ao Coronavírus

17.Março.2020

O Brasil é um dos países onde o COVID-19 (Coronavírus) avança de forma mais acelerada. Neste sentido, é urgente que se tome medidas para conter esse avanço. Com este entendimento, o Sindicaixa, junto com outros sindicatos, está cobrando do governo do Estado medidas de proteção aos(às) servidores(as) estaduais.

“Consideramos insuficientes as medidas adotadas pelo governo no decreto emitido. Outras iniciativas precisam ser tomadas para preservar os(as) servidores(as)” afirma o presidente Érico Corrêa.

Como medida de proteção, o sindicato decidiu reduzir o horário de atendimento na sua sede administrativa, em Porto Alegre, evitando, assim, que os(as) funcionários(as), para deslocamentos, utilizem os diferentes modais de transporte público em seus horários de pico. Desta forma, temporariamente, o atendimento passa a ser das 10h às 16h30. Localizada no bairro Pedra Redonda, na zona Sul da capital, a sede social será fechada enquanto a medida durar.                                                     

O atendimento aos(as) associados(as) e colaboradores(as) será mantido por funcionários(as) e diretores(as), seguindo, porém, as medidas restritivas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O escritório que presta assessoria jurídica ao sindicato também adotou medidas para conter o avanço do COVID-19. “Comunicamos a suspensão dos atendimentos presenciais do escritório pelo prazo mínimo de 15 dias a partir de hoje, 17/03/2020”, diz comunicado enviado ao sindicato pelo escritório. Será mantido, porém, o atendimento remoto de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h, pelo telefone 51-30128723 ou pelo e-mail secretaria@nsc.adv.br.

O contato com o sindicato segue normal pelas redes sociais e também pelo celular do presidente Érico - 51-998784504.

  

 

 

Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY