Governo Leite segue desrespeitando os servidores

05.Março.2020

Pela segunda vez em 60 dias o governo Leite desrespeitou os sindicatos representativos dos servidores públicos. Em audiência marcado para esta quinta-feira, 5, os secretários Otomar Vivian (Casa Civil) e Leany Lemos (Planejamento, Orçamento e Gestão) não compareceram ao encontro. O mesmo comportamento aconteceu no dia 15 de janeiro.

Em protesto contra a falta de respeito do governo, os sindicalistas representantes do Sindicaixa, Sindsepe-RS e Sintergs se retiraram da reunião. Uma centena de pessoas se deslocou até o CAFF para acompanhar a audiência que discutiria os dias de greve e outros pontos com o governo do estado.

“No dia 15 de janeiro, agendamos um audiência no CAFF (Centro Administrativo Fernando Ferrari), ficamos mais de 2h esperando e o secretário-chefe da Casa Civil não apareceu”, lembrou Érico Corrêa, presidente do Sindicaixa e do Comando de Greve Unificado.

“Agora, dois dias atrás, fomos até o Palácio Piratini, o governo se comprometeu de nos receber, e nós, lá na porta do Palácio, fomos categóricos em dizer para os representantes do governo que só aceitaríamos conversar se fossemos recebidos pelo governador ou pelo chefe da Casa Civil”, declarou Érico.

Para surpresa dos servidores, mais uma vez os sindicatos foram recebidos por adjuntos e assessores, num claro desrespeito às entidades representativas. “Nós fomos recebidos hoje por um conjunto de pessoas pelas quais temos o maior respeito, mas não estavam aqui a secretária Leany e o secretário Otomar”, destacou Diva Costa, presidente do Sindsepe-RS.

Os sindicalistas afirmaram que as categorias irão voltar ao Palácio, até que o governo reconheça as representações dos servidores. “Um governo que se elegeu com o compromisso do diálogo, até agora só fez mentir e atacar nossos direitos", advertiu Diva.

Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY