Chefe da Casa Civil não recebe Comando de Greve Unificado dos Servidores e a verdadeira face do governo Eduardo Leite é revelada

17.Janeiro.2020

Na tarde do dia 15, o Comando de Greve Unificado dos Servidores esteve no Centro Administrativo para uma reunião agendada com o governo, com a presença do chefe da Casa Civil, Otomar Vivian.

Para a nossa indignação, ao chegarmos no local e no horário marcado para a reunião, o comando foi informado que o secretário da Casa Civil não iria nos receber e que somente o secretário adjunto da Secretaria de Planejamento Orçamento e Gestão falaria conosco “assim que retornasse de um compromisso”.

Mais uma vez, o governo Eduardo Leite demonstrou seu total descaso para com os servidores públicos. Desrespeita a forte e numerosa greve feita por diversas categorias, na capital e no interior, que parou mais de 90% dos serviços realizados pelos servidores da Agricultura, mais de 60% da Saúde, além dos trabalhadores de diferentes secretarias do Centro Administrativo, incluindo a SEPLAG, Secretaria da Cultura, Turismo e Obras.

A forma como as categorias foram tratadas só reforça a verdadeira face do governador. Eduardo Leite MENTE! Mente quando se diz um “governo do diálogo”; mentiu quando afirmava estar aberto para ouvir os trabalhadores. O que vivemos hoje está longe do que foi afirmado durante a campanha eleitoral. Sem falar na mentira de que pagaria os salários em dia no primeiro ano de governo.

O que fazer diante de um governo que coloca todo o problema fiscal do Estado sobre os ombros das categorias do Executivo, que mente compulsivamente e que tripudia sobre a greve dos servidores ao afirmar, de forma arrogante e pretensiosa, que pretende acabar com a prática de greve?

Não aceitaremos este tratamento!

Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY