Correspondência enviada aos associados

27.Dezembro.2019

                                                                                                                                                                                                                                                                                   

                                                                                                                                                                                                                                               Porto Alegre, 20 de dezembro de 2019.

 

Colega:

Ao cumprimentá-lo, venho informar sobre os encaminhamentos finais de nossa grandiosa mobilização contra o que chamamos de “Pacote da Morte” de Eduardo Leite.

Nossa categoria, em que pese suas características muito específicas, foi valorosa nesta luta. Organizamos uma greve unificada com SINTERGS e SINDSEPE, paralisando totalmente ou em parte diversos serviços do Estado, principalmente nas áreas da Agricultura, Saúde e Planejamento.

Muito embora saibamos das terríveis dificuldades a nós impostas pelo governo, sobretudo com o parcelamento que já dura quatro anos e com o congelamento dos salários, as medidas propostas por Eduardo Leite são ainda mais prejudiciais aos servidores, ativos e aposentados.

Com nossa luta, foi possível impedir a votação de sete dos oito projetos. O que passou, embora com modificações, foi a adaptação da previdência estadual às medidas já votadas a nível federal na Reforma de Bolsonaro, que infelizmente sacrifica a maior parte de nossa categoria.

Assim, para nós, 2019 ainda não vai acabar. Leite promete apreciar os projetos em Convocação Extraordinária dos deputados para a última semana de janeiro. Para tanto, fizemos os seguintes encaminhamentos:

  1. Suspender a greve e manter o “Estado de Greve”, retomando a paralisação caso o governo faça a Convocação Extraordinária;
  2. Chamar nova Assembleia Unificada para o dia 21/01/2020;
  3. Realizar uma “Chamada Extra” de mensalidade sindical, neste mês de dezembro, para poder fazer frente às despesas da greve e da luta contra o pacote.

Sabemos que esta medida exige um esforço ainda maior de todos os associados. A decisão da categoria, tomada em Assembleia Geral do dia 26/11, leva em conta a necessidade de fazer o enfrentamento ao governo para lutar contra estes ataques.

Parabéns a todos e todas que lutaram bravamente. Parabéns aos aposentados que apoiaram, aos colegas do interior que viajaram cinco vezes para Porto Alegre, além de participar das atividades nos seus municípios.

Manter a unidade e a mobilização. Esta é a tarefa para janeiro. Contamos com você!

 

                                                                Érico Corrêa
                                                                Presidente

Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY