Governo Leite anuncia atraso recorde na folha dos servidores

31.Outubro.2019

Desumano, o governo Leite anunciou nesta sexta-feira, 31, que a folha do funcionalismo de outubro começará a ser quitada no distante 14 de novembro. Para piorar o quadro, a primeira faixa salarial será de apenas R$ 1,7 mil. São 47 meses de salários pagos com atraso ou de modo parcelado. Quatro anos de vencimentos fatiados.

Quem recebe até R$ 2,5 mil somente terá o salário integralizado no dia 11 de dezembro. O servidor que recebe acima de R$ 1,7 mil receberá em três parcelas, com a primeira (R$ 700) depositada no dia 20 de novembro. A segunda (R$ 1 mil) no dia 10 de dezembro e a terceira (R$ 800) em 11 de dezembro.

No dia 12 de dezembro, o governo depositará R$ 1,1 mil, com a quitação total prevista para o dia 13 de dezembro. O governador agrava o quadro de miséria dos servidores e, com requintes de crueldade, usa isso para tentar justificar ataques a direitos, como os projetos de alteração nas carreiras e na previdência.

“Precisamos transformar essa crueldade em indignação e paralisarmos o Estado. Os educadores já anunciaram greve e as demais categorias deverão seguir o mesmo caminho. No próximo dia 14 vamos dar uma contundente resposta com a realização de um ato público unificado em Porto Alegre”, convoca o presidente do Sindicaixa, Érico Corrêa.

 

Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY