Reunião na Secretaria da Saúde discute situação dos servidores ameaçados de terem cedência cancelada

16.Maio.2019

A direção do Sindicaixa se reuniu, na manhã desta quinta-feira, 16, com o diretor de Recursos Humanos da Secretaria da Saúde, Marco Weber, para tratar da questão da dispensa dos servidores do Quadro Especial lotados nos hospitais São Pedro e Itapuã e no Sanatório Partenon.

Conforme informações, existe a disposição das administrações dos hospitais de cancelar a cedência destes servidores por medida de economia. Isso implica em redução salarial, uma vez que os colegas que trabalham nestas unidades recebem um adicional de risco de vida.

“Devemos denunciar o método. Não é aceitável tamanho desrespeito com trabalhadores que contam com mais de trinta anos de serviços prestados ao Estado. Sem nenhum diálogo e nenhuma discussão sequer com os próprios trabalhadores, fixaram data e simplesmente comunicaram da dispensa”, afirmou o presidente do sindicato, Érico Correa.

A medida é inócua e não traz nenhuma economia para os cofres públicos. Vários destes colegas já podem se aposentar, incorporando esta vantagem. Os demais, caso sejam efetivamente devolvidos aos seus locais de trabalho de origem, poderão vir a receber a GISAE, gratificação que não é paga na Secretaria da Saúde.

Na reunião, a informação obtida é de que "sobram" funcionários administrativos nestes hospitais e que, portanto, alguns deverão ser realmente liberados. Por outro lado, foi dada a garantia de que os casos serão avaliados e decididos caso a caso. O sindicato aguarda audiência com a Casa Civil, quando este tema será também discutido.

Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY