Entidades sindicais cobram regularização do repasse em reunião com secretário da Fazenda

15.Março.2019

Dirigentes de entidades sindicais que representam os servidores estaduais reuniram-se nesta sexta-feira, 15, com o secretário estadual da Fazenda, Marco Aurelio Santos Cardoso e com o subsecretário do Tesouro do Estado, Bruno Queiroz Jatene, para cobrar a regularidade no repasse da contribuição sindical.

No encontro, os representantes de diferentes categorias do funcionalismo apresentaram as dificuldades provocadas pelo atraso de cerca de 30 dias no repasse. Com o atraso, o governo apropria-se de um recurso privado, que é descontado do vencimento do trabalhador que opta pela sindicalização.

“Nossas contribuições não são obrigatórias, decorrem da vontade dos colegas que destinam parte de seus salários para seu sindicato. Assim o governo deve definir o dia do repasse, tendo como limite máximo o último dia do pagamento dos salários”, destacou Érico Corrêa, presidente do Sindicaixa.

O atraso reflete nas condições para a organização e a mobilização das categorias, bem como na garantia dos direitos trabalhistas dos funcionários das entidades sindicais.

O secretário da Fazenda, Marco Aurelio Santos Cardoso, garantiu que a situação será normalizada com a regularização do fluxo de caixa do governo. “No momento assumimos um compromisso de passar a anunciar a data do repasse junto à folha, mas ainda não podemos firmar uma data”, disse o secretário.

Para o subsecretário do Tesouro, Bruno Jatene, já houve um avanço em relação aos procedimentos. “É importante que as pessoas tenham conhecimento pelo menos da data para se organizarem.”

Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY