DUAS BOAS NOTÍCIAS PARA A CATEGORIA

29.Março.2018

Cobrado até então de forma compulsória de todos os trabalhadores, o Imposto Sindical não será debitado da conta dos servidores ativos da categoria. O não desconto atende notificação encaminhada ao governo pelo Sindicaixa. Foi com base na Lei 13.467/17 (Reforma Trabalhista), que extinguiu a obrigatoriedade de pagamento da contribuição sindical, condicionando esse à livre opção do trabalhador, que o sindicato desautorizou o desconto.
Por entender que as entidades sindicais devem se manter com recursos dos seus filiados, o Sindicaixa sempre foi contra o Imposto Sindical. Entende que tal pagamento está condicionado ao anseio do trabalhador que espontaneamente opte pela filiação sindical. IGP - O Sindicaixa também conseguiu negociar uma emenda (de governo) para incluir os servidores da categoria lotados no Instituto Geral de Perícias (IGP) no projeto de aumento do Risco de Vida. A emenda foi negociada com o apoio das colegas Lucinha Neto e Marines Lacerdinha e do deputado Pedro Ruas (PSOL). “Vamos seguir confiantes até a votação”, frisa o presidente do Sindicaixa Érico Corrêa, na foto com o deputado Ruas.
Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY