FALTA DE QUÓRUM IMPEDE VOTAÇÃO DO PACOTE DE MALDADES DO GOVERNO SARTORI

29.Janeiro.2018

Por falta de quórum e pressão dos servidores públicos, as propostas de emendas constitucionais (PECs) que dão carta branca ao governo Sartori para vender a CEEE, a Sulgás e a CRM não foram votadas nesta segunda-feira, 29, pela Assembleia Legislativa. Também não foi votado o Projeto de Lei Complementar (PLC) que possibilita a adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal. A adesão está condicionada a privatização das estatais e significa o congelamento de salários e novas contratações por seis anos. A sessão foi adiada para terça-feira, 30, dia em que os servidores prometem novos e fortes protestos contra a votação do pacote de maldades do governador José Ivo Sartori e da sua base de sustentação na Assembleia Legislativa.
Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY