INDIGNAÇÃO E REVOLTA: PROTESTO CONTRA O PARCELAMENTO DE SALÁRIOS REÚNE SERVIDORES EM FRENTE AO PALÁCIO PIRATINI

31.Agosto.2017

Indignação e revolta. Sentimentos que nortearam o Dia de Luta em Defesa do Salário e da Dignidade do Servidor Público Estadual realizado no final da manhã desta quinta-feira, 31, em frente ao Palácio Piratini, em Porto Alegre, por servidores públicos de diversas categorias. A manifestação ocorreu um dia após o anúncio de um novo parcelamento de salários, desta vez com uma parcela inicial de apenas R$ 350. Sem salário, os servidores estão cada vez mais endividados. São 22 meses de salários parcelados. Enquanto alega não ter recursos para pagar o funcionalismo do Poder Executivo, o governo garante aos empresários R$ 9 bi em isenções fiscais. Falas durante o protesto enfatizaram a necessidade de unidade das diversas categorias. Só a unificação das lutas é que criará condições para modificar a situação atual. O 13º salário de 2016 ainda está sendo quitado e o temor é de que o de 2017 não seja pago. No próximo dia 5, quando a Assembleia Legislativa retomará os trabalhos, os servidores prometem nova manifestação.  “É hora de unidade, de não jogarmos as nossas expectativas nas eleições de 2018”, declarou o presidente do Sindicaixa Érico Côrrea.
Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY